Obrigado por me seguir!

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Jesus e o Cirineu

''E como o conduzissem,constrangendo um Cirineu chamado Simão,que vinha do campo,puseram-lhe a cruz sobre os ombros,para que a levasse pós Jesus'' Luc.23;26    O ministério  de Jesus durou
aproximadamente três anos e meio. Tudo que o Senhor efetuou, tudo que o Senhor realizou tinha o propósito de mostrar ao homem um projeto que não era apenas circunstancial e nós vamos ver isso.

Certa vez o Senhor esteve numa festa de casamento, transformou água em vinho e isso foi um ato perfeito que tem um significado que aponta para o futuro.

O Senhor na sua jornada, ele operou milagres no inicio do seu ministério. Operou maravilhas , operou a multiplicação dos pães e peixes,curou enfermos, visitou quem não tinha solução, alimentou milhões e curou a mulher do fluxo de sangue.

Coisas que o Senhor realizou na verdade apontava para todos os presentes. A palavra diz que naquele dia Jesus estava carregando a cruz quando chamaram aquele homem que era de uma cidade fronteira chamada Cirene localizada ao lado do mar Mediterrâneo.

A palavra diz que aquele homem vinha do campo e era lavrador da terra e estava alheio a tudo que estava acontecendo. O Senhor Jesus estava para ser crucificado, ele havia sido espancado, e humilhado pela guarda. Ele tinha recebido um julgamento injusto. As testemunhas foram forjadas e o julgamento foi feito de madrugada.

O julgamento não poderia ser feito naquela hora e sim a luz do sol e as testemunhas não se conheciam. O julgamento foi uma coisa direcionada pelos sacerdotes.

O Senhor carregava a cruz e foi fiel a cada um de nós e não desistiu de nós. Ele podia chamar o Pai
e o Pai mandaria socorro e podia mandar miríades de anjos a seu serviço. Falando em anjo, apenas
um anjo destruiu o exercito de Senaqueribe. Ele matou 140 mil soldados.

Pedro na crucificação ali no Gêtsemani cortou a orelha de Malco servo do sumo sacerdote e o Senhor disse: Pedro guarda tua espada. A verdade é que ele foi fiel ao seu projeto. Ele cumpriu todos os seus propósitos.

Simão estava alheio,vinha do trabalho, vinha do campo. Ele não tinha nada a ver com aquele povo
e não fazia parte do sacerdócio. Tudo ali não tinha nada a ver com a sua vida e quando ele passou ali Jesus tomba e o centurião disse ''Pega esse ai '' e ai Simão pensou ''que tenho eu com isso?'' .Mas colocaram a cruz sobre os ombros de Simão e ele sentiu o peso da cruz do Senhor. Naquele momento ele teve uma experiencia com o Senhor..

Simão nada falou, ele não tinha passado pelo sofrimento mas sentiu o peso do madeiro No livro
que o apostolo Paulo escreveu aos Hebreus ele fala na genealogia de Simão , fala dos seus filhos Alexandre e Rufos.



OBSERVAÇÃO Este trabalho é uma colaboração do Irmão Alexandre Neves.
Pedimos aos leitores que façam comentários e que também aceitamos sugestões.


Nenhum comentário:

Postar um comentário